A IMPORTÂNCIA DO ENSINO TÉCNICO E PROFISSIONALIZANTE

Dados de um artigo publicado no jornal O Globo apontam a necessidade da valorização do ensino técnico profissionalizante e sua relação com a diminuição do desemprego no País. Enquanto nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) 38% dos alunos estão matriculados nesses cursos, no Brasil são apenas 9%.

É preciso acabar com o preconceito contra essa modalidade de ensino, considerada por muitos, de forma equivocada, de menor qualidade. Com isso, milhares de postos de trabalhos abertos no Brasil que demandam conhecimentos técnicos especializados poderão ser ocupados.

“É importante observar que os cursos técnicos fazem parte da Educação Básica e são regulados pelo MEC e pelas Secretarias e pelos Conselhos de Educação estaduais. Já os cursos de formação profissional não exigem regulação por órgãos educacionais. De qualquer forma, ambos oferecem oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional para jovens e adultos”, explica Pedro Paulo de Bragança, presidente do Sinepe Rio.

E você? Qual é a sua visão sobre a importância do ensino técnico e profissionalizante?