Sinepe Rio: 89 anos em defesa da liberdade de educar

 

O Sinepe Rio completa hoje, 10 de maio, 89 anos de uma luta incansável em defesa da livre iniciativa em educação e da liberdade de escolha das famílias. O Sindicato foi fundado em 1933, ainda sob o impacto da chamada Reforma Francisco Campos, do governo Getúlio Vargas.

As primeiras preocupações do Sinepe Rio, presidido na época pelo professor Liberato  Bittencourt,  foram as questões sociais, ao propor ao Governo Federal que o Ministério da Educação suspendesse as taxas cobradas das escolas.

Diante desse histórico de luta, o Sinepe Rio chega em 2022 fiel aos ideais de seus fundadores, mas com os olhos voltados para as mudanças da sociedade. Para enfrentar os desafios da educação nessa nova sociedade ambígua e multifacetada, o Sindicato tem a satisfação de fazer parte da FENEP desde sua fundação, em 1989. Durante essas três décadas, a Federação tem atuado de forma competente, apoiando os sindicatos e, consequentemente, as instituições de ensino.

De acordo como o atual presidente do Sinepe Rio, Pedro Paulo de Bragança, o Sindicato se orgulha de, ao longo de sua história, ter sido representado por grandes educadores. Um trabalho que tem  como objetivo o fortalecimento da escola particular e a valorização da educação brasileira. Segmento essencial para o desenvolvimento econômico e social do país, que movimenta mais de 111 bilhões de reais, emprega 2,5 milhões de pessoas e paga cerca de 62 bilhões em salário.

“A defesa da liberdade e da democracia foi construída por educadores e grandes líderes como Jose Antonio Teixeira, Edgar Flexa Ribeiro, Henrique Zaremba, Jose Carlos Portugal, Newton Santiago, Victor Notrica e João Pessoa de Albuquerque. Além de jovens líderes que estão emergindo para continuar a luta desses diretores citados, que também deixarão seus nomes na História”, afirma Pedro Paulo.

O principal propósito da nova Diretoria é criar as melhores condições para que as Escolas Particulares do Rio se desenvolvam, cresçam e continuem sendo relevantes para a sociedade. “O Sinepe Rio reforça o compromisso de apoiar e assessorar as escolas filiadas, oferecendo todo o suporte necessário. Assim, teremos um ambiente no qual poderemos atuar com mais liberdade para empreender”, explica o presidente.

Uma das novidades é o projeto Sinepe Itinerante. A proposta é fazer reuniões em vários bairros da cidade para conhecer as demandas dos associados. O primeiro evento aconteceu no dia 28 de abril, no CEC da Barra da Tijuca, e reuniu diretores de escolas daquela região e de bairros vizinhos. Foram discutidos os grandes desafios pós-2021, como a volta às aulas presenciais, ensino híbrido, questões pedagógicas, trabalhistas e contábeis. Participaram do debate as Assessorias Pedagógica, Jurídica e Contábil. A campanha “Mais que um evento, um Movimento” se repetirá ao longo do ano em vários bairros da Cidade.

O presidente da FENEP, Bruno Eizerik, destaca a importância do Sinepe Rio como um dos principais membros da Federação. “É uma grande honra para a FENEP ter na sua base o Sinepe Rio, um dos primeiros sindicatos que surgiu no nosso país e que representa uma cidade importantíssima, com grandes lideranças do nosso setor. Queremos parabenizar o Sinepe Rio, e começar já a preparação para as comemorações dos 90 anos. É uma data muito significativa. Parabéns e contem sempre com o nosso apoio”.